Face à pertinência atual do tema, os Serviços de Psicologia e Orientação aceitaram o desafio de reeditar, no dia 14 de maio, a sessão “A Família na Era Digital” numa versão 2.0, incluindo, para além do contributo médico-psicológico, a perspetiva de especialistas na área jurídica. No sentido de enriquecer a diversidade de olhares, foram ainda convidados os representantes das Associações de Pais e de Estudantes. Estabeleceu-se um diálogo muito rico entre os presentes que partilharam as suas visões e preocupações, demonstrando a relevância desta temática e o seu impacto na vida das famílias. Como principais conclusões podemos apontar a importância da monitorização dos pais e da colocação de limites no tempo de utilização das tecnologias em função da faixa etária das crianças, bem como uma abertura para o diálogo positivo em família, visando prevenir comportamentos de risco no futuro. A lamentar, porém, a fraca adesão da comunidade educativa à iniciativa.