no alvo

O Serviço de Psicologia e Orientação (SPO) é uma unidade especializada de apoio educativo, integrada na rede escolar, que desenvolve a sua acção nos estabelecimentos de educação ou de ensino inscritos na sua área de influência. Assegura o acompanhamento do aluno, individualmente ou em grupo ao longo do processo educativo, bem como o apoio ao desenvolvimento do sistema de relações interpessoais no seio do agrupamento e entre este e a comunidade, tal como estipulado no decreto-lei nº 190/91 de 17 de Maio, bem como a restante legislação em vigor.

Os Serviços de Psicologia e Orientação desenvolvem a sua acção em três (3) domínios:

  •  Apoio Psicopedagógico;
  •  Orientação Escolar e Profissional;
  •  Apoio ao Desenvolvimento do Sistema de Relações da Comunidade Educativa.

 

Competências do Serviço de Psicologia e Orientação

A nível do Apoio Psicopedagógico, são competências do SPO:

  •  Contribuir para o desenvolvimento integral dos alunos e para a construção da sua identidade pessoal;
  •  Apoiar os alunos no seu processo de aprendizagem e de integração no sistema de relações interpessoais da comunidade escolar;
  •  Prestar apoio de natureza psicológica e psicopedagógica a alunos, professores, pais e encarregados de educação, no contexto das actividades educativas, tendo em vista o sucesso escolar, a efectiva igualdade de oportunidades e a adequação das respostas educativas;
  •  Realizar consulta psicológica / atendimentos a alunos, bem como realizar o seu encaminhamento para outros serviços quando a situação o exige, e articular com os mesmos tendo em vista o bem-estar e o bom desenvolvimento do aluno;
  •  Assegurar, em colaboração com outros serviços competentes, designadamente os de educação especial, a detecção de alunos com necessidades especiais, a avaliação da sua situação e o estudo das intervenções adequadas;
  •  Contribuir, em conjunto com as actividades desenvolvidas no âmbito das áreas curriculares, dos complementos educativos e das outras componentes educativas não escolares, para a identificação dos interesses e aptidões dos alunos de acordo com o seu desenvolvimento global e nível etário;
  • Promover actividades específicas de informação escolar e profissional, susceptíveis de ajudar os alunos a situarem-se perante as oportunidades disponíveis, tanto no domínio dos estudos e formações como no das actividades profissionais, favorecendo a indispensável articulação entre a escola e o mundo do trabalho;
  •  Desenvolver acções de aconselhamento psicossocial e vocacional dos alunos, apoiando o processo de escolha e o planeamento de carreiras;
  •  Colaborar em experiências pedagógicas e em acções de formação de professores, bem como realizar e promover a investigação nas áreas da sua especialidade.
  •  Identificar e analisar as causas de insucesso escolar e propor as medidas tendentes à sua eliminação;
  •  Proceder à avaliação global de situações relacionadas com problemas de desenvolvimento, com dificuldades de aprendizagem, com competências e potencialidades específicas e prestar o apoio psicopedagógico mais adequado;
  •  Cooperar com os professores da Educação Especial na avaliação dos alunos com necessidades educativas especiais, nomeadamente na elaboração do roteiro de avaliação e do relatório técnico-pedagógico e colaborar, quando solicitado, nos programas educativos individuais e no encaminhamento para as respostas educativas mais adequadas;
  •  Articular modalidades de complemento pedagógico, de compensação educativa e de educação especial, tendo em vista quer a individualização do ensino e a organização de grupos de alunos quer a adequação de currículos e de programas;
  •  Propor, de acordo com os pais e em colaboração com os professores de educação especial, o encaminhamento de alunos com NEE para as modalidades mais adequadas de resposta educativa.


A nível da orientação escolar e profissional compete, designadamente, ao SPO:

  •  Apoiar os alunos no processo de desenvolvimento da sua identidade pessoal e do seu projecto de vida;
  •  Planear e executar actividades de orientação escolar e profissional, nomeadamente através de programas a desenvolver com grupos de alunos ao longo do ano lectivo, e de apoio individual ao seu processo de escolha;
  •  Realizar acções de informação escolar e profissional sob modalidades diversas, garantindo a participação activa dos alunos na exploração das técnicas e materiais utilizados;
  •  Colaborar na planificação e acompanhamento de visitas de estudo, experiências de trabalho, estágios e outras formas de contacto dos alunos com o meio e o mundo das actividades profissionais;
  •  Colaborar com outros serviços, designadamente do Instituto do Emprego e Formação Profissional, na organização de programas de informação e orientação profissional;
  •  Desenvolver acções de informação e sensibilização dos pais e da comunidade em geral no que respeita à problemática que as opções escolares e profissionais envolvem.


A nível do apoio ao desenvolvimento do sistema de relações da comunidade educativa compete-lhe, nomeadamente:

  •  Colaborar, na sua área de especialidade, com os órgãos de direcção, administração e gestão do Agrupamento em que se inserem;
  •  Colaborar em acções comunitárias destinadas a eliminar e prevenir a fuga à escolaridade obrigatória, o abandono precoce e o absentismo sistemático;
  •  Articular a sua acção com outros serviços especializados, nomeadamente das áreas da saúde e da Segurança Social e Intervenção Precoce, de modo a contribuir para o correcto diagnóstico e avaliação sócio-médico-educativa de crianças e jovens com necessidades especiais e planear as medidas de intervenção mais adequadas;
  •  Estabelecer articulações com outros serviços de apoio socioeducativo, como por exemplo, os necessários ao desenvolvimento de planos educativos individuais;
  •  Colaborar em acções de formação e participar na realização de experiências pedagógicas;
  •  Acompanhar o desenvolvimento de projectos e colaborar no estudo, concepção e planeamento de medidas que visem a melhoria do sistema educativo;
  •  Colaborar, na sua área de especialidade, com professores, pais ou encarregados de educação e outros agentes educativos, na perspectiva do seu aconselhamento psicossocial;
  •  Propor e/ou colaborar na proposta e celebração de protocolos com diferentes serviços, empresas e outros agentes comunitários a nível local;
  • Colaborar com Instituições do Ensino Superior na orientação de estágios curriculares/ estágios de curta duração no âmbito da formação em Psicologia quando tal se considerar conveniente;
  •  Participar nos processos de avaliação multidisciplinar e interdisciplinar;
  •  Na educação pré-escolar e nos 1.° e 2.° Ciclos do ensino básico, desenvolver acções de informação e sensibilização dos pais e encarregados de educação e da comunidade em geral no que respeita às condicionantes do desenvolvimento e da aprendizagem.

 

Funcionamento do Serviço de Psicologia e Orientação

  •  Os serviços desenvolvem a sua actividade de acordo com um plano anual integrado no plano anual de actividades do agrupamento, o qual deverá ser aprovado pelo conselho pedagógico;
  •  Os profissionais que integram estes serviços dispõem de autonomia técnica e científica, de acordo com o disposto no artigo 10º do decreto-lei nº 190/91 de 17 de Maio;
  •  As condições de trabalho dos SPO não podem, em caso algum colidir com o código deontológico da prática profissional dos psicólogos;
  •  Os serviços dispõem de instalações próprias, para o exercício da sua actividade;
  •  O horário de trabalho da psicóloga é o previsto na lei geral para o pessoal técnico superior, perfazendo um total de 35 horas semanais, que compreende uma componente de apoio directo e uma componente de preparação de actividades;
  •  A participação em conselhos de turma verificar-se-á sempre que o trabalho com os alunos o exija ou quando a presença do técnico for solicitada;
  •  Os serviços desenvolvem a sua acção articulando-se com outro serviços, órgãos e estruturas, nomeadamente com os elementos da equipa de Apoio Educativo.



O SPO deste Agrupamento é da responsabilidade da psicóloga Martina Königstedt.